fermentação

  • Alguns meses atrás, quando o sol e a chuva do verão tornaram nosso "chuchuzal" numa verdadeira selva, que comia os bonecos e sapatos das crianças, ficamos com a tarefa de cortar ele até o toco para mudar a cerca de lugar. No meio do matagal, não imaginei que ele estava produzindo tanto fruto, mas enquanto fomos cortando a trepadeira maluca. alimentamos as cabras e as crianças foram amontoando chuchu.  No final, juntamos algumas dúzias de chuchus! E curiosamente, descobrimos que as gatas adoram chuchu. Além dos frutos, elas mastigaram todas as rebrotas.

    O quê fazer com tanto chuchu? Aqui em casa, gostamos de preservar nossas "grandes colheitas" usando um método que se chama fermentação lática. Neste caso, a palavra lacto não se refere ao leite animal e seus derivados, mas sim ao lactobacilo que é responsável por converter os amidos e açucares dos vegetais em ácido lático. Além de inibir as bactérias responsáveis pelo apodrecimento do alimento, o ácido lático promove o crescimento de boa flora no intestino dando um grande impulso para o sistema imunológico. Trazendo fermentação para nossas mesas, aumentamos as quantidades das vitaminas B, omega-3 e enzimas da digestão, que ajudam nosso corpo absorver mais vitaminas e minerais do que conseguimos absorver sem fermentação. Pra quem é vegetariano, é indispensável alimento fermentando na dieta!

lema agroecologia

logo redeapa

www.000webhost.com